Estados Unidos ou Chile?

Seguindo o destino projetado pelo Senhor

Garanto que a maioria das pessoas escolheria os Estados Unidos, é claro. A menos que o seu sonho seja visitar o Chile, você também escolheria um passeio pela América do Norte. E comigo foi assim…Tive uma proposta irrecusável de viagem de férias entre amigos em 2015. Mesmo sempre procurando um destino diferente para ter a chance de conhecer o maior número de lugares e culturas possíveis, a oportunidade de retornar aos Estados Unidos, depois de ter morado anos por lá, me soou muito interessante. Seria a chance de reviver meus dias e rever amigos, e coisas do gênero.

Os destinos seriam Miami e Nova Iorque, com uma parada em Washington, DC. Como eu já conhecia essas cidades, a ideia seria acompanhá-los e guiá-los enquanto eu, pessoalmente, curtia um revival.

Programamos a viagem em cima da hora no mês de julho. Estaria de férias e tudo parecia correr muito bem. Um amigo entrou em contato com a agência de viagem localizada dentro de sua empresa e conseguimos um ótimo negócio para um mês de alta temporada de férias. Compramos, pois o preço estava perfeito, ainda mais com a pouca antecedência que resolvemos a viagem. Tudo ia muito bem. Todos já  tinham o visto americano e, com pouco tempo, eu corri para agendar o meu visto para conseguir embarcar, sem imaginar que aí começariam meus problemas para conseguir entrar no país.

 NY06_1623

Visto de turismo americano

Agendei as idas necessárias para São Paulo mas, em questão de dois dias, deu um pane no sistema eletrônico para confecção de visto e eles não tinham previsão para o serviço ser restabelecido. Os dias começaram a correr enquanto eu acompanhava o noticiário frequentemente para saber o que aconteceria. Passagem já comprada, caso não conseguisse meu visto em tempo hábil perderia o dinheiro do visto e da passagem.

Os dias se passavam até que o serviço voltara a se restabelecer, contudo, havia um acumulo de pessoas para requisição de visto e a fila era quilométrica. Mandei o pedido de visto de urgência e, entre tantas outras pessoas que tentavam o mesmo, eu consegui uma vaga bem cima da data da viagem.

 

Isso não me preocupou, pois já havia solicitado visto duas vezes antes, sendo que na última vez acabei tendo que ir buscar o passaporte no dia da viagem, pois se não, eu não teria tempo hábil para viajar, caso tivesse que esperar a entrega em casa. Me lembro ser um dos dias mais corridos em minha vida, já que fui a São Paulo pela manhã buscar meu passaporte e, ao chegar em casa no final da tarde, só tive tempo de tomar banho e trocar de roupa para pegar o ônibus que me levaria ao aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.

Mas, dessa vez não foi bem assim. Fui para a entrevista de emergência e tive o visto negado. Voltei sem entender, pois eu havia orado e apresentado ao Senhor, e Ele me garantiu que iria aos Estados Unidos. Com a palavra de Deus em mãos, voltei frustrada e corri tentar mais uma entrevista, pois se a conseguisse em tempo hábil ainda teria a chance de viajar. Tentei novamente e consegui a agendar.

 

Poucos dias depois seguia para São Paulo para uma nova entrevista já mais animada e cheia de esperança, pois cria que o mais difícil seria ter conseguido a vaga num tempo que ainda havia muito procura por conta do atraso prévio do sistema. Nesse momento, eu via a ação das mãos de Deus em minh vida conforme vi em sonhos anos antes que voltaria aos Estados Unidos.

Ao chegar para entrevista nem perguntaram muitas coisas e me negaram o visto pela segunda vez, em menos de de dias. Fiquei arrasada e sem saber o que esperar. Nessa altura do campeonato, eu já tinha perdido uma fortuna em viagens, taxas de visto e a passagem para o país em si. Foi uma derrota e tanto. Prosegui, e passei a crer que os recados que eu havia recebido da parte de Deus eram recados de engano, pois quando Deus verdadeiramente fala, Ele cumpre. Mesmo assim, não passou muito tempo até eu entender que quando Deus quer enviar, Ele envia e o Seu tempo não caminho ajustado com o nosso. Vocês também irão entender esse negócio em postagens futuras.

Destino guiado por Deus

A viagem correu e eu fiquei aqui  acompanhando as aventuras deles pela internet. Quando me recuperei, já estava perdida sobre o que iria fazer das minhas próximas férias de final do ano. Já havia perdido uma boa quantia em dinheiro, mas mesmo assim  através do site Worldpackers consegui um oportunidade para voluntariar no Canadá. Tentei o visto, também em cima da hora, mas apenas a poucos meses depois de ter o visto negado para os EUA.

 

Como resposta obtive o terceiro não. Bem chateada e perdida, arrumei uma vaga no primeiro lugar que não teria tantos gastos com vistos e despesas e acabei chegando ao Chile. Consegui um anfitrião para voluntariar por lá, comprei a passagem e fui.

 

Confesso que não estava super animada com o prêmio de consolação, mas passei um mês por lá e comecei a entender a razão de ir parar em Santiago, rodeada pela Cordilheira dos Andes. Deus tinha Seus planos comigo por lá. Sendo assim, mas uma vez pude viver o trecho da Bíblia que diz assim: ” O coração do homem planeja o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos”. Provérbios 16:9.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s