Quer fazer missões na Europa?

Conheça a rede missionária de apoio difundida pelo canal Missões na Europa

Três semanas depois que o jornalista e missionário, Glauber Destro, brasileiro, descendente de italianos, chegou à Europa para começar exercer o chamado missionário, o Senhor Jesus abriu as portas na Itália, realizando o que ele chama de um grande milagre. Sem lugar para ficar dias antes de voltar, ele conheceu um grupo de louvor que havia três anos que orava para o Senhor lhes mandar um baterista, instrumento que ele tocava na igreja brasileira. Foi assim, que o Senhor Jesus lhe preparou uma congregação e um lugar para ele viver na Itália. Casado com a Vanessa Cruz, hoje ele estuda nos Estados Unidos para se preparar melhor para seus próximos desafios missionários para seu futuro retorno a sua base européia, no norte da Itália.

Como foram seus primeiros dias na Europa?

Eu fui parar em Belluno, norte da Itália e nos primeiros dias fiquei hospedado numa casa apelidada de foresteria. Foresteria era a casa dos forasteiros da igreja, que, infelizmente, não tem mais essa casinha. A igreja me cedeu um quartinho e eu fiquei. Me inscrevi numa escola média para eu estudar italiano para estrangeiros. No Brasil, eu já fazia aula de italiano,  por isso, me inscrevi em uns dois ou três cursos de italiano, em níveis diferentes. E durante dois anos, entre 2010 à 2012, eu estudei italiano até finalizar o último nível, que é o C2, e alcancei o certificado da Universidade de Siena.

Como as portas começaram a se abrir?

Depois de seis meses, eu já estava me envolvendo bastante com a igreja, principalmente, com os jovens e adolescentes. Depois desse tempo, eu já tinha boas condições de me comunicar, fazer pregações e mensagens.

Logo depois, a igreja me cedeu a oportunidade de liderar o grupo de adolescentes da igreja e todos os sábados eu me reunia com os eles.

Como se estabeleceu na obra missionária na Itália?

Eu fiquei ajudando essa igreja em Belluno, norte da Itália, entre 2010 até o final de 2012. No começo de 2012, Deus já estava colocando no meu coração que eu tinha que sair de lá para continuar a missão, em outras palavras, eu necessitava estudar teologia, me formar e me capacitar ainda mais.

Eu comecei a procurar escolas bíblicas na Europa, mas na minha área doutrinária não achei nada até encontrar alguns amigos que tinham terminado os estudos no Instituto Bíblico Palavra da Vida da Hungria. O mais engraçado foi que eu nasci e cresci neste mesmo instituto em Atibaia, interior de São Paulo. Por isso, eu já o conhecia muito bem, sabia que está em vários países do mundo, mas eu não sabia que tinha uma filial na Hungria. Neste instituto na Hungria, eles fazem todo o curso em duas línguas, em húngaro com tradução para inglês ou inglês com tradução para húngaro, depende de quem é o professor.

E achei ótimo, pois eu passaria dois anos estudando tempo integral nesse Instituto Bíblico, e não só iria aprender a Bíblia como também aperfeiçoar  a língua inglesa.

Quais foram as maiores dificuldades que você enfrentou?

Quando eu terminei o curso, no final de 2014, eu voltei para Belluno. Continuei a ajudar minha igreja, mas voltei a morar na foresteria. Nessa época, eu ainda não tinha salário, a igreja não me ajudava, pois não tinha nem condições de pagar um salário para o pastor titular, já que ele tinha o seu trabalho secular. Estava muito difícil de encontrar trabalho lá porque é uma cidade com poucos habitantes.

Eu fui obrigado a me mudar, então, nesse meio tempo, o pastor Caio Botega, que é um missionário brasileiro da JMM (Junta de Missões Mundiais) da convenção Batista estava em Treviso. Eu já o conhecia, e ele me chamou para trabalhar e servir com ele e mais outro pastor. Eles tomavam conta de seis congregações, então eles precisavam de gente para ajudar a pregar, a liderar jovens e por aí vai. Como Treviso é uma cidade grande, eu me mudei para lá e fiquei procurando trabalho, enquanto ajudava nessas seis congregações.

Servindo na Itália

Como teve a ideia de criar o canal e a rede de apoio aos missionários na Europa?

Eu já havia feito alguns canais no youtube ao longo da minha vida. Eu tenho um canal de notícias, chamado “Notícias Cristãs”, que eu fazia enquanto eu estudava jornalismo na Universidade Metodista em São Paulo, além de outros canais também.

Mas, em 2016, eu tive essa iniciativa de criar esse canal “Missões na Europa”, visto que, seja no youtube quanto na internet em si, é extremamente difícil de encontrar informações claras, precisas ou até mesmo testemunhos de irmãos em Cristo falando sobre a realidade do evangelho na Itália, na Alemanha ou em qualquer outro país da Europa.

Desde então, até agora, pouco a pouco eu venho me esforçando através de estudos e trabalhos, conversando, entrevistando missionários e pastores que servem na Europa. Também faço vídeos com estatísticas, com dados relevantes e precisos sobre como está o evangelho nesses países, pois a Europa tem cerca de cinquenta países .

Como era a sua rotina servindo na Itália?

Quando eu estava servindo na Itália era bem puxado, pois, aos domingos, por exemplo, eu pregava em uma igreja de manhã, depois almoçava com algum irmão, já pegava o carro e ia para outra igreja. Chegando nessa segunda igreja, eu dava ensino para os adolescentes, depois disso, eu participava do ensaio do louvor na liderança ajudando o grupo que estava iniciando essa experiência de fazer louvor, e no final, eu pregava na igreja. Quase todos os domingos era essa maratona.

Durante a semana, eu tinha o ensaio com os adolescentes numa igreja, reunião de célula com os jovens de outra igreja, estudo bíblico com uma terceira igreja. A cada dia, eu tinha uma atividade diferente. Isso faz a gente constatar como são poucos os operários e a Igreja de Cristo precisa realmente de mais liderança espiritual. Não necessariamente pastores ou missionários com chamado, mas irmãos em Cristo que tenham a capacidade de ensino, o dom de ensino, alguém que estudou teologia também e que possa ajudar .

Como você aconselha a igreja a se relacionar com missões?

Tem um livro muito bom do Pastor Edison Queiroz, ele faleceu, há poucos anos atrás, com câncer. Ele era um pastor da Batista de Santo André e ele escreveu um livro chamado “Missões e a igreja local”. É um livro muito usado em seminários, falando sobre missões e tudo mais. Esse livro é o que eu aconselho para a igreja local começar a se envolver mais com missões.

Outro aspecto muito importante é que a igreja local, pastor e a liderança devem compartilhar sobre missões, fazer discipulado nas igrejas com mensagens, campanhas, conferências, e assim por diante.

Quais lugares as igrejas deveriam investir mais em missões?

Missões é levar o evangelho a todos os lugares e, infelizmente,muitas igrejas investem em missões locais ou missões regionais. Mesmo elas investindo em missões em um só local, em um só país ou um só continente específico, elas dizem que estão fazendo todo o trabalho missionário, mas na verdade, missões é você ajudar o mundo inteiro. Convém que todos nós, de alguma forma, ajude não só a igreja evangélica na África, como também na Ásia, na Europa e demais continentes. Precisamos levar o evangelho aos quatro cantos da terra.

Infelizmente, a maioria das igrejas ainda está somente focada em levar o evangelho apenas em alguns lugares, os considerados mais pobres do mundo. Isso quer dizer que a igreja, geralmente, olha em missões como assistência social, servindo e ajudando os lugares mais pobres. Assim, no geral, os americanos vão servir no Brasil, mas o brasileiro pouco vai servir nos Estados Unidos. Os brasileiros acabam indo servir na África, porque também é financeiramente e socialmente inferior.

Esse paradigma tem que ser quebrado nas nossas igrejas, de modo que a gente reconheça que tem que levar missões independentemente da classe social de um povo ou de um continente, então, por isso. os Estados Unidos, a Europa, etc, também precisam receber mais do amor de Cristo.

Como é sua vida cristã na Europa?

Atualmente eu estou fazendo meu mestrado em teologia com ênfase em implantação de igrejas, nos Estados Unidos e, logo que eu terminar, entre esse ano e ano que vem, eu vou voltar para a Europa com a minha esposa para servir na região de Veneto que é onde eu sempre servi no norte da Itália.  

Quais sãos os seus projetos futuros na Europa?

São três projetos que eu e minha esposa estamos desenvolvendo. Um é de viagens missionárias. Nós temos a intenção de levantar jovens, adolescentes que são italianos e europeus para fazerem viagens missionárias de treinamento, dando oportunidade para eles evangelizarem e aprenderem sobre missões.

E nós temos a intenção de que eles sejam despertados por Deus e que alguns deles venham ser chamados para futuramente serem missionários na Europa. Um segundo projeto é de implantação de igrejas. A gente estará sempre ao lado de algum pastor titular de alguma igreja que está começando a ser implantada. Então, nós vamos nos unir a esse pastor para que ele fique mais focado em discipulado, pregação e administração da igreja, enquanto eu e a minha esposa vamos trabalhar no evangelismo.

E o nosso último projeto é a elaboração de uma escola bíblica. Existem poucas escolas bíblicas pela Europa e, por causa disso, queremos fazer uma escola bíblica online em italiano para ser mais acessível para todo mundo. A gente entende que nessa geração as coisas são mais frenéticas, mais rápidas e a tendência da educação é ficar online. Por isso, eu já venho elaborando e feito vídeos de aulas inteiras sobre aconselhamento bíblico, sobre finanças bíblica, panorama da igreja, panorama do antigo testamento, do novo, etc.

Qual é o papel que a comunidade de missões na Europa desempenha atualmente?

Por causa do canal, todos os dias mais gente vem me procurar. São missionários que estão na Europa e os que estão indo para o continente. É muita gente mesmo e, então, por causa disso, atualmente eu conheço mais de cem missionários servindo a Cristo em tempo integral na Europa.

É tanto networking, comunicação que acabamos criando mais projetos. Nós também já temos a iniciativa da oferta missionária do mês para ajudar um missionário que está em necessidade. Então, a cada mês, um missionário é escolhido e a gente faz nossos esforços para contribuir com essa família.

Em Portugal, me uni com alguns pastores missionários que estão por lá para ajudar pastores que estão implantando igrejas ainda pequenas e que precisam evangelizar mais. Queremos convocar nossos irmãos missionários na Europa para fazermos evangelismo juntos.

A ideia é dedicar um dia, juntar dezenas de pessoas para irem juntas em alguma cidade para pregar o evangelho, evangelizar e ajudar a igreja que está precisando crescer mais. Também queremos criar um tipo de centro de apoio gospel. É um local que nós já temos em Lisboa que estará aberto uma vez por mês para workshops e palestras sobre o evangelho em Portugal. Servirá para os imigrantes brasileiros que chegarem e tiverem dúvidas sobre visto, trabalho, sobre como implantar uma igreja legalmente, encontrar contabilistas, advogados, essas questões burocráticas. Tudo isso será em Lisboa para ajudar os irmãos que vão chegando em Portugal, porque, Portugal, querendo ou não, é a porta de entrada dos brasileiros na Europa.

Pregando na França

Tem previsões de realizar projetos missionários em outros países?

Sim, outra iniciativa que temos está em Paris, na França, onde eu conheço  um bom grupo de brasileiros que serve ao redor de Paris, então a gente vai começar fazer um café missionário, um café com pastores e missionários que estão nessa região para discutir, conversar mais sobre o evangelho na França.

Como um missionário pode se preparar para missões na Europa?

Vamos lançar o nosso site próprio do Missões na Europa e um curso online de treinamento preparatório para as pessoas que querem fazer e ajudar mais nas missões na Europa.

Esse curso online vai estar disponível no site que a gente está criando. É um curso de dez a doze módulos, e cada módulo terá a duração de um mês. Neles, a pessoa terá acesso entre doze a vinte vídeos. Assim, a pessoa poderá ir se preparando enquanto está no Brasil assistindo os vídeos e lendo as apostilas antes de chegar na Europa.

Serão módulos que vão ensinar sobre como se preparar, o que fazer enquanto estiver ainda no Brasil, como conseguir mantenedores, como ter contato com a tua igreja local e como fazer uma apresentação e projeto missionário. Há módulos ensinando o que fazer quando chegar ao país e dicas sobre o país destino. Por exemplo, Portugal, vai falar sobre a contextualização em Portugal, o evangelho no país, a história do evangelho da igreja por lá, e tudo bem explicado.

A cada semana mais missionários têm aceitado essa nossa proposta de participar nestas vídeoaulas. Então, também estará disponível vídeos com dezenas de outros missionários comentando todas essas questões.

Quer saber mais sobre o missionário Glauber Destro e missões na Europa, acesse o vídeo:


5 comentários sobre “Quer fazer missões na Europa?

    1. A paz do Senhor, Camilla, tudo bem? Claro, me chame no whatsapp Viajante Missionária que te encaminho. Também pode me chamar por qualquer rede social minha através do link abaixo: linktr.ee.com/viajantemissionaria_blog. Deus abençoe!!! 😊

      Curtir

  1. Boa noite. A Paz do Senhor Jesus. Sou consagrado a presbítero, é possível fazer missões ou preciso ter a credencial de missionário? Obrigado. Que o Senhor continue usando vocês.

    Curtir

    1. A paz do Senhor, irmão Tiago. Bom para fazer missões não precisa de cargo nenhum da igreja. Possivelmente o que você precisa é fazer treinamento na organização missionária na qual for atuar. Agora, para atuar como missionário de alguma denominação específica é necessário ver como funciona com cada uma delas. No geral, é bom ter treinamento missionário que as organizações oferecem e o chamado de Deus. Deus abençoe e se tiver mais dúvidas, acesse o canal Viajante Missionária no Youtube, pois falo bastante sobre isso. Te aguardo por lá! Deus abençoe! http://www.bit.ly/ViajanteMissionariaYoutube

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s